Divagações nada bucólicas

8 03 2012

Queria divagar sobre pastos, campos e aves

mas estou longe de pastos, campos e aves

meu horizonte são prédios cinzentos

janelas escuras, algumas até iluminadas

Quando desço a rua, asfalto

e o máximo de vida que vejo são pombos

pombos

e pessoas correndo apressadas suas vidas vazias

ou talvez cheias

cheias de carros, cheias de alcool, cheias de tanta chateação da vida moderna

Eu estou cheio de vida e pulsa em mim o querer diferente

na praia, parado, me sinto deslocado em meios a corpos torrando no sol

na praia, a noite, andando, me sinto deslocado

estou deslocado

desfocado

deslizo

lizo

ligo meu rádio e não ouço nada

ligo a TV e passam velhos filmes que não me dizem nada

rio

rio de janeiro que eu gosto

rio

sem janeiro

 





Carnaval engano

18 02 2012

Me enganei. é carnaval. Tenho trabalho a fazer e tenho o sol me chamando para ir a praia. Todos em casa dormem, menos eu. Vontade de ficar quieto mas a coceira da psoriase me chateia e impede aquele descansar sem falar, parado sem sentir. Eu sinto.

O carrossel de notícias é extremamente chato. Nada de novo no front e na retaguarda. A mesmime acompanha o mundo, enquanto os blocos dormem para novo caminhar pelas ruas desse Rio de Janeiro. O sol ergue-se esplendoroso, indiferente a essa miséria e riqueza humanas, tão humanas.

Nos EUA, Obama tem medidas para estimular a exportação e também para ajudar os turistas brasileiros a comprar mais. O turista chines, em  média, compra 6.000 dólares por viagem. O brasileiro, 5.000. O turista médio, 4.000. Então, viva o turista brasileiro que será a salvação dos EUA. Eu rio desta besteira economica, enquanto os jornais tratam tudo isso a sério.

Leituras atrasadas. Um livros em frances e outros em ingles. Cansaço antes do ler. Preguiça de pensar e preguiça dos oculos. Coisa tão chata, que só o coelho de Alice poderia melhorar, mas Alice já passou a tanto tempo e seu coelho já não percorre jardins com seu relogio de algibeira. Hoje, o coelho de alice puxaria o celular e ligaria para avisar do seu atraso. Por isso ninguem mais escreve sobre o Pais das Maravilhas e o mundo é chato ao invés de maravilhoso.








%d blogueiros gostam disto: