Sarney, helicópteros, salários e PMDB

24 08 2011

Tai, eu fiz tudo pra voce gostar de mim. Eu estava ouvindo esta música no youtube quando me bateu uma questão: tudo o que o Sarney faz é pra que possamos gostar dele. Vejamos:

No Maranhão (e no Brasil) a saúde vai mal. Mal mesmo. Até nos planos de saúde, a coisa tá complicada, com dificuldades de marcar médico, hospitais inchados, médico fazendo greve. Disseram que isso só acontecia no serviço público. Agora tá no setor privado. Então, já que é pra melhorar, porque não inverte? privatizaram tudo e só aumentou o preço do telefone, do gas, da energia elétrica, etc. Vamos inverter e estatizar tudo. Começando com a saúde. E quem sabe a gente pode começar mesmo, de verdade, pelo Maranhão. Vamos estatizar o Helicóptero do Sarney.

Pois é, no Maranhão compra-se um helicóptero pra ser usado no transporte de doentes (coisa extramemente necessária num estado, quer dizer, num pais que não tem hospital ou posto médico em todo lugar) e o danado é usado pelo Presidente eterno (quer dizer, pelo pai da governadora) pra tirar férias. E ele ainda brinca: “não atrapalhei ninguem”. Verdade. Afinal, pra atrapalhar a gente tinha que tá pensando que esse negocio do bicho ser comprado pela saúde do povo era verdade, que no Maranhão tudo é comprado pra o seu Sarney usar, então tá tudo certo e errado é o povo que quer atrapalhar o Sarney e usar o dito cujo, quer dizer, o helicóptero e não o Sarney pra saúde do povo.

Uma casa bonita que não tem nada a ver com o Sarney

E sempre pensei que gasto em saúde fosse em hospital, clínica, ambulância, médico, enfermeiro e remédio. Ignorância minha, que no Maranhão gasto em saúde é em helicóptero. Ta ai. Daqui a pouco descobrem que gasto em educação no Maranhão é com TV de 70 polegadas, computador de ultimo tipo e cameras de segurança na casa do Sarney. E gasto em segurança alimentar do povo é caviar na casa do Sarney. Porra, ignorancia minha que pensava que tudo isso seria pago com o salário de mais de 60 mil que ele recebe, juntando tudo, aposentadoria, pensão e salário de senador.

Outra coisa que a gente desconhecia: é que limite de salário só vale pra pobre. Que tem que se contentar com salário mínimo, com fator previdenciário na aposentadoria, FGTS roubado e reforma da previdência. Pros de cima tudo, pros de baixo nada.

E tudo isso acontecendo e eu aqui parado dando comida pro meu gatinho, que pra dar milho pros pombos tem que ter milho e não ter nojo de pombo. E tudo isso acontecendo e a Dilma falando que a base do governo é com o PT e PMDB. E o Sarney é do PMDB!!!

Fala sério, o que o trabalhador comum tem a ver com essa sujeira. Se é pra fazer faxina, faz direito: manda o PMDB passear e volte-se pros trabalhadores. O resto é conversa fiada pra boi dormir.

Anúncios




O Custo do Trabalho

6 07 2009

A comissão de Trabalho acabou de aprovar um projeto que reduz o numero de horas trabalhadas semanais de 44 para 40. O governo ao mesmo tempo, fala em “desonerar” a folha de pagamento. Os jornais burgueses gritam contra o primeiro projeto e apóiam o segundo, em nome de aumentar a “vantagem competitiva”. Afinal, o que existe de verdade nisso?

Continue lendo »





As passagens dos deputados

25 04 2009

A esta altura do campeonato, talvez a maioria dos brasileiros, se perguntados sobre as passagens dos deputados deve estar desejando que eles passem rapidamente para outra vida melhor, se é que hoje podem entender esta metáfora.

Um verdadeiro escândalo – mais de 50% dos deputados usou sua cota de passagens para pagar passagens de familiares em viagens internacionais. Os principais destinos foram Nova York e Paris. E os argumentos sobre o uso destas passagens por familiares são singelos – como querem que eu trabalhe em Brasilia e não leve minha família? Preciso viajar e visitar meus eleitores e a família tem que ir junto. Interessante.

Continue lendo »








%d blogueiros gostam disto: